Mostrando postagens com marcador Rev. Edson Costa e Silva. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Rev. Edson Costa e Silva. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Despedida na IP Nova Suíça



O FIM DE UM CICLO, O INICIO DE UM NOVO!

Foram 226 cultos públicos sob nossa direção litúrgica e pastoral. O primeiro culto em 10/06/2012, quando pregou o presidente do Conselho da Primeira Igreja na época, Rev. Ludgero Bonilha Morais, e o último ontem dia 18/12/2016, quando pregou o atual presidente do Conselho, Rev. Edson Costa e Silva.

Nestes quatro anos e meio, tive o privilégio de ser o pastor plantador da Congregação presbiteriana Nova Suíça, filha da Primeira Igreja de Belo Horizonte. Neste tempo precioso forjamos muitas amizades, batizamos, oficiamos profissão de fé, sepultamos irmãos, instruímos a muitos, aconselhamos, preparamos noivos para o casamento, discipulamos novos convertidos e pessoas sem igreja vindas de outras tradições religiosas, tudo mercê de Deus.

Pregamos expositivamente todo o livro de Gênesis, Romanos, As Parábolas de Jesus, o Evangelho de João, Apocalipse, Hebreus, Efésios, os trinta primeiros Salmos e Filipenses. Estudamos todo o Antigo Testamento até o livro de Atos no Novo Testamento, na Escola Bíblica Dominical. Estudamos ainda as doutrinas preciosas da graça, com material do Rev. Leandro Lima. Lemos no culto público todo o catecismo reformado de Heidelberg, o catecismo maior de Westminster, e o catecismo menor (breve) de Westminster.

Celebramos 54 vezes o sacramento da Ceia do Senhor. Dirigimos 228 reuniões de oração. Distribuímos no bairro em mais de mil residências o devocionário Cada Dia de Natal, e distribuímos nas ruas e casas próximas da congregação cinco mil folhetos e livretos evangelísticos.  Ministramos a oficina “Casais do Pacto”, para oito casais da igreja. Realizamos um Mackenzie Voluntário. Tivemos diversos almoços da família presbiteriana, confraternizamos, abraçamos, beijamos, choramos, rimos, fizemos de tudo um pouco na comunhão dos santos, para o louvor da glória de Deus.

Tudo fizemos, e nada pudemos fazer, sem apoio de uma equipe preciosa de voluntários e fieis, que nos assistiriam neste tempo profícuo. Irmãs e irmãos que se revezaram comigo na Escola Bíblica para adultos, jovens e crianças. No púlpito da igreja, na condução litúrgica, no pastoreio do rebanho do Senhor. Não citarei nomes para não cometer a injustiça de esquecer de alguém. Todos foram instrumentos da graça de Deus neste ministério.

Termino minha passagem aqui pela congregação Nova Suíça, com a sensação de que poderia ter feito mais, peço perdão a Deus e aos irmãos por isso, mas o que fiz, o fiz com inteireza de coração e amor. Levo comigo muitas amizades e boas lembranças. Rogo a Deus para que ele continue sustentando este rebanho e promova aqui o que convencionei chamar dos três “C’s”: Crescimento, Compromisso e Consolidação, para o louvor da glória de seu nome!

Antes de partir para o novo desafio de grande responsabilidade, que é substituir meu amigo Rev. César Guimarães do Carmo, na preciosa IPJO, registro minha gratidão ao Rev. Ludgero, um visionário e grande líder, por me oportunizar iniciar este projeto de plantação de igrejas; ao Conselho da Primeira Igreja, por atender à solicitação de seu pastor na época; e aos colegas da equipe pastoral da PIPBH, e do PBHZ por confiar sua amizade e apoio neste ministério evangelizador. 

Deixo três versos bíblicos que nortearam nosso ministério em Nova Suíça para nossa edificação:

“Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.” 1Ts 5.18

“...fazei tudo para a glória de Deus.” (1Co 10.31b)


“E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens,” (Cl 3.23)

Seguir por e-mail